sobre a BD Divulgação agenda
nossos clientes
sala de imprensa
 



05.08
Henning Wagenbreth na Parada Gráfica em agosto
a parada gr fica inspirou um movimento nacional de feiras de publica es e pe as gr ficas independentes, ...

 
 
 


BD Divulgação: 26 anos levando arte e cultura aos quatro cantos do planeta! 



12.07.2016 Quarta Cultural em julho






No dia 13 de julho, a doutora em literatura Gabriela Silva celebra a obra de William Shakespeare no ano em que marca os 400 anos da morte do autor. Ela faz a leitura de trechos da obra e apresenta curiosidades sobre as peças e biografia do autor, sempre muito atual. E a segunda quinzena de julho será aberta no embalo da MPB. Gisele de Santi apresenta clássicos e músicas autorais em um pocket show, acompanhada por Rodrigo Panassolo na guitarra semiacústica. Para encerrar a programação, toda a irreverência de Peninha. O jornalista, historiador e escritor Eduardo Bueno conta um pouco sobre a sua trajetória que inclui a publicação de 15 livros e a tradução de outros 22, entre eles o antológico “On the road”. O bate-papo acontece no dia 27. Estejam todos convidados!

 




12.07.2016 Jota Pê & Banda e Tchez em julho no MEME






As canções autorais que retratam o cotidiano, natureza e estrada e releituras de clássicos do folk e soul, estilos preferidos do grupo, estão presentes no show do Jota Pê Rocha & Banda, dia 16 de julho no Meme Santo de Casa. E na semana seguinte, dia 22, está a estreia do novo trabalho da Tchez, grupo formado em 2013 e que traz em sua essência a mistura de ritmos regionais como a milonga e o chamamé com o rock and roll. Todos os integrantes possuem extensa experiência no palco, com diversos trabalhos musicais. Vale conferir os dois momentos do casarão da Lopo Gonçalves.Jota Pê Rocha & Banda é um projeto solo do artista gaúcho Jota Pê Rocha no qual ele busca trazer as mais diversas influências do folk e o sentimento do soul em um repertório autoral que fala de amores cotidianos, natureza e estrada. Também releituras de clássicos como “Move by Yourself”, “Finally Moving”, “Que Beleza”, entre outros que marcam com a identidade crua da banda. Neste espetáculo do dia 16 de julho o grupo terá uma série de artistas convidados.Dia 22 de julho é um dia importante na carreira da Tchez, pois marca a apresentação do trabalho autoral do grupo formado em 2013. O objetivo é registrar e reproduzir as ideias musicais do grupo, que traz em sua essência a mistura de ritmos regionais como a milonga e o chamamé com o rock and roll. Todos os integrantes possuem extensa experiência no palco, com diversos trabalhos musicais.O vocalista Nikki Goulart faz performances de Michael Jackson há muitos anos. Marcos Bombardelli e Filipe Lima, além de músicos com diversos trabalhos e participações ao longo dos anos, são professores e educadores musicais. Terence Michels possui longa estrada musical com diversos trabalhos autorais. O grupo teve o lançamento de seu primeiro trabalho – o  registro de cinco canções -, no Bar Ocidente em 2014 e contou com a participação de Bebeto Alves, Carlos Gerbase e King Jim. Entre os planos para este ano está a finalização de seu primeiro disco.

 




12.07.2016 Henning Wagenbreth na Parada Gráfica em agosto






A Parada Gráfica inspirou um movimento nacional de feiras de publicações e peças gráficas independentes, sendo uma das pioneiras. Hoje, o evento realizado pelo Museu do Trabalho, se destaca na cena brasileira, recebendo artistas nacionais e internacionais aqui em Porto Alegre a cada ano. E só cresce e fica mais diversificada! Esse ano a abertura da feira, conta com a exposição e a presença do artista gráfico Henning Wagenbreth, de Berlim, no dia cinco de agosto (sexta), às 19h, na Galeria Península (Rua dos Andradas, 351). O alemão é um dos mais renomados artistas gráfico do mundo e trabalha como ilustrador e designer gráfico. Henning cria suas próprias fontes e entende as técnicas de impressão manuais e industriais como parte importante do seu processo de trabalho criativo. Ele ilustra e cria livros, cartazes, jornais e revistas em diversos tamanhos, que vão desde selos a cartazes gigantes. O artista, que é professor do curso de ilustração da Universidade de Artes (UDK) de Berlim, também gosta de explorar os filmes de animação, o teatro e a música. Desde 1990 tem participado em exposições coletivas e realizado outras individuais no mundo todo. Suas exposições mais recentes foram "Alles Siebdruck! All screen print!" na Galeria Re:Surgo em Berlim, Alemanha (Fevereiro 2016)  e "Nachtzug Gare du Nord" na galerie arts factory em Paris, França (Abril 2016). Em Junho 2016 participou da "Illustratie Biënalle" (Bienal de ilustração) em Haarlem, Países Baixos. Imperdível!Esse ano a Parada Gráfica acontece nos dias 5 (abertura na Galeria Península), 6 e 7 de agosto (no Museu do Trabalho), e conta com 113 bancas que juntas disponibilizarão ao público obras de cerca de 400 artistas gráficos de vários estados brasileiros e países sul-americanos. Em sua 4ª edição e é uma das principais feiras do circuito brasileiro de feiras de publicações independentes, junto da Feira Plana e Tijuana, ambas de São Paulo, e a Pão de Forma, do Rio. Mais informações:http://www.museudotrabalho.org

 




22.06.2016 Filemon no MEME






O Meme Santo de Casa apresenta FILEMON, espetáculo com direção e atuação de Rodrigo Vrech, dia 01 de julho, às 21h. A partir do mito grego de Baucis e Filemon, o ator Rodrigo Vrech tece a história de Rose, uma mulher contemporânea enredada em um relacionamento abusivo e que experimentou as consequências de sua libertação. Em uma relação íntima com o público, a peça se desenvolve entre narração e interpretação, realidade e ficção, rumo ao final inesperado. A montagem, que tem texto e direção do próprio Vrech, já teve apresentações em Minas Gerais, Rio, Rondônia e Acre. Rodrigo Vrech formou-se como ator na Escola de Teatro Martins Pena, no Rio de Janeiro, em 2008. Viajou com a Companhia Teatro Independente/RJ pelo Palco Giratório do SESC em 2011 circulando por mais de vinte estados do país. Ministrou oficinas de dramaturgia no Acre, Rondônia, Amazonas e Mato Grosso, pelo projeto Dramaturgias: Leituras em Cena. Fundou a Beradera Companhia de Teatro, em Porto Velho/RO, no ano de 2013 e dirigiu, produziu e escreveu os espetáculos Lete e Saga Beradera, ambos contemplados pelo Prêmio Myriam Muniz de Teatro da Funarte (2012 e 2014). Circulou por dez capitais da Amazônia Legal através do Projeto Sesc Amazônia das Artes 2015. Entre 2013 e 2015 ministrou aulas de artes cênicas através do projeto Oficina de Teatro Porto Velho.  Ã‰ autor do livro de contos Filme, da Editora Oito e Meio. Roteirizou, dirigiu, atuou e editou o curta-metragem Massacre, finalizado em 2016. Em março deste ano, Rodrigo Vrech mudou-se para Porto Alegre, e aqui pretende firmar seu trabalho em artes cênicas, audiovisual e literatura ministrando aulas de teatro e desenvolvendo sua pesquisa de linguagem iniciada com Filemon.Mais informações:http://www.centromeme.com.br

 




21.06.2016 Trio Molduras em Vinho - dias 03 e 10 no MEME






O Trio Molduras em Vinho, inspirado no tempo de maturação do vinho, deu tempo ao tempo e amadureceu plenamente seu trabalho antes de se jogar de corpo e alma nos palcos! Agora o público poderá conferir o resultado desta maturação nas duas apresentações, dias 03 e 10 de julho, dois domingos, no Meme Santo de Casa Estação Cultural. A flauta de Rodrigo Carraro junta-se aos violões de Daniel Pinheiro e Paulo Henrique Alves Nunes, construindo uma formação concisa em sintonia com o intimismo das canções autorais e a poesia que o grupo traz em sua essência.Daniel Pinheiro, nascido em Porto alegre, compôs trilhas para teatro (Um Amigo na Loucura), participou de projetos resgatando a bossa nova e lecionou violão e teoria musical nas décadas de 1990 e 2000. Hoje, dedica-se à composição. Paulo Henrique Alves Nunes, violonista nascido em Porto Alegre, atua profissionalmente desde 1990. É regente de coral e instrutor de música e vem apresentando-se com diversos e importantes músicos como Telmo de Lima Freitas, Rui Biriva, Leopoldo Rassier, Vitor Hugo, Paulo Silva e outros. No âmbito educacional, participou da ONG Associação Legato e, por cinco anos, da antiga Fundação Cultural de Canoas como diretor musical. Rodrigo Carraro atua intensamente como instrumentista nos mais diversos segmentos da cena musical de Porto Alegre, tanto na área popular como erudita. Possui um sólido trabalho como professor de música nas principais escolas da cidade, como também, ministrando oficinas particulares.Mais informações:http://www.centromeme.com.br

 




14.06.2016 Jouralbo Sieber no Museu do Trabalho






A fruta não cai longe do pé. O ditado é velho, mas é certeiro, e a prova disso é que depois de ser (re)conhecido como um dos grande quadrinhistas brasileiros, Allan Siber incentivou seu pai, Jouralbo Sieber, a retomar sua carreira. O resultado poderá ser visto no Museu do Trabalho, que abrigará a partir do dia 21 de junho a exposição do artista e ainda, de quebra, o lançamento do livro “O mundo segundo Jouralbo”. A mostra reúne óleos, quadrinhos, e artes finais e layouts para a propaganda gaúcha, produzidos pelo autor entre as décadas de 1950 e 1980. Jouralbo Sieber (Porto Alegre, 1930) ingressou na mítica Editora do Globo aos 15 anos de idade, em 1945, como aprendiz de desenhista. Trabalhou sob a tutela de figuras chaves na ilustração gaúcha como Ernst Zeuner e João Faria Vianna. Aos 18 anos, em 1948, fez sua primeira e única exposição de pinturas a óleo. Posteriormente trabalhou em diversas agências gaúchas como arte-finalista e diretor de arte. Em 2010, lançou seu primeiro livro em quadrinhos, o autobiográfico “Ninguém me convidou”, com roteiro do filho Allan Sieber, onde conta sua trajetória profissional como desenhista. Roteirizado pela quadrinhista carioca radicada na França Cynthia B e por Allan Sieber, “O mundo segundo Jouralbo”, seu segundo livro, é um apanhado de memórias, teorias e divagações enviadas por cartas entre 2012 e 2015 pra o filho Allan que, por sua vez, convidou 42 desenhistas - brasileiros, argentinos, um peruano e um francês - para fazerem quadrinhos em cima dessas histórias. Ele próprio, o filho, assina uma das histórias e Jouralbo, o pai, foi responsável por desenhar outras cinco. Ao todo são 49 histórias, um número em homenagem ao artista que divide tudo em sua vida em múltiplos de sete. Não é a toa que o lançamento se dará em um dia 21... Os quadrinhos são permeados por relatos em primeira pessoa do próprio artista e ilustrados por ele, formando um hibrido de diário, quadrinhos e memórias. Como define Jorge Furtado no prefácio “enfim, esse livro é uma mistura de Raymond Carver, Daniel Clowes, John Fante, fotonovela e curso por correspondência do Instituto Universal Brasileiro. Não há outro igual, nem parecido, nunca vi”. http://www.museudotrabalho.org.

 




14.06.2016 1º Festival Sustentável e Cultural de Porto Alegre






Criadora dos projetos “Poa sem Bituca”, que opera em Porto Alegre desde agosto do ano passado, e “Praia sem Bituca”, que operou no litoral catarinense durante o verão, a Eco Prática está alçando voos maiores e realiza agora o 1º Festival Sustentável e Cultural de Porto Alegre, a fim de difundir esta ideia de uma cidade sem bitucas de cigarro e mais antenada para os crescentes problemas que atingem o meio ambiente.  O evento será realizado dias 09 e 10 de julho, no Jockey Club, e contará com áreas abertas e fechadas, para atrair a todos: os que curtem inverno, os que preferem o aconchego da área coberta, os que gostam de música e teatro, os que preferem desfrutar de um piquenique na companhia de amigos, os que querem provar deliciosos quitutes e comidinhas, os que não abrem mão de um bom brechó, enfim, haverá boas opções para todos. Nos dois dias serão realizadas oficinas de sustentabilidade, os shows de Solon Fishbone e Marmota Jazz, apresentações de artistas de rua, brechós, feira de produtos naturais e orgânicos, praça de alimentação, cervejas artesanais e muito mais! Parte da renda do evento arrecadada no festival será destinada para a continuidade do projeto “Poa sem Bituca” e para a instalação de novas bituqueiras na cidade. Também estará sendo lançando o “Clube da Horta”, que é uma iniciativa de criação de hortas orgânicas para benefício das comunidades em espaços urbanos. Esta primeira edição do festival vem ao encontro de um público cada vez mais exigente e que se posiciona a favor da sustentabilidade e dos cuidados com a natureza, tão agredida pela grande indústria e pela falta de consciências de muitos. O objetivo é realizar evento regulares, buscando sempre difundir novos projetos similares e criar um espaço onde é possível trocar experiências e acompanhar iniciativas que estão surgindo. http://www.facebook.com/events/1027771420603235/permalink/1036939273019783/

 




14.06.2016 "Madagascar, o bicho vai pegar" em Porto Alegre






Dos mesmos realizadores de “Estória de Brinquedos”, a peça, adaptada do cinema para os palcos, promete encantamento e diversão pra criançada. "Madagascar, o bicho vai pegar" conta a história de um leão, uma zebra, um hipopótamo, uma girafa e um grupo de pingüins que vivem num zoológico. Lá dentro eles têm tudo: casa, comida e pele lavada. Mas a zebra, cansada da rotina de viver sempre no mesmo lugar, sonha com a liberdade e quer conhecer outros lugares e foge do zoológico fazendo com que seus amigos saiam a sua procura. A confusão está armada nesta encantadora e eletrizante aventura que teve milhões de espectadores no cinema, agora adaptada para o teatro. As apresentações em Porto Alegre serão dias 02 e 03 de julho no Teatro Hebraica. O espetáculo, mais uma realização da Par Entretenimento e Teatro é 1 Barato, os mesmos realizadores do sucesso teatral “Estória de Brinquedo – Incrível mundo de Toy Story”, que lotou recentemente o Teatro Hebraica, promete encantar toda a família e vai deixar as crianças apaixonadas por esse grupo muito divertido de animais e suas mil peripécias ao vivo e a cores!

 

                                                               Postagens mais antigas

índice geral

BD Produção Cultural LTDA

Av. Erico Verissimo, 624/504. Menino Deus. Porto Alegre

Sítio: www.bddivulgacao.com.br

Facebook - BD Divulgação

Twitter: @bddivulgacao